Blog

06 Set

O que são Cabines de Fluxo Laminar e quais as diferenças entre Cabines de Fluxo Laminar Vertical e Horizontal


O que são Cabines de Fluxo Laminar e quais as diferenças entre Cabines de Fluxo Laminar Vertical e Horizontal


As cabines de fluxo laminar, também conhecida como cabines de segurança biológica, foram desenvolvidas com o objetivo de proporcionar um ambiente estéril que permita a manipulação de forma segura de materiais biológicos ou estéreis, que não podem sofrer qualquer tipo de contaminação oriunda do meio ambiente ou ainda daquele que está manipulando essas determinadas amostras.

É por meio das cabines de fluxo laminar também que o operador – como por exemplo, um aluno de iniciação cientifica – ficará protegido contra contaminação do produto que está manipulando, bem como o ambiente a sua volta.

De acordo com as normas de biossegurança da ABNT NBR 13.700 e ISO CLASSE 5 conforme norma internacional ISO 14.644-1, a cabine de fluxo laminar pode ser ventilada com fluxo de ar do ambiente, sendo que a sua frente pode ser totalmente aberta, com painel frontal ou ainda com painel frontal fechado com luvas de borracha.

Além disso, no interior da cabine de fluxo laminar são colocadas lâmpadas UV, sendo essa uma forma de segurança biológica considerada bastante eficiente uma vez que ela é capaz de eliminar os risco de contaminação provocados por pequenos agentes biológicos, como bactérias e fungos, que compõe o grupo de agentes de risco biológico dos grupos 1, 2 e 3.

Outra exigência da ABNT presente em suas normas de biossegurança está relacionado com a forma no qual o ar é filtrado. Na cabine de fluxo laminar o ar que está sendo insuflado precisa ser filtrado com filtros de HEPA.

Esse tipo de filtro tem eficiência no teste DOP de 99,97% para partículas com até 0,3 micras, o que permite que a cabine de fluxo laminar tenha grau de limpeza 5, em estado de repouso, ou seja, quando não está sendo utilizada.

Para manter a segurança na área de trabalho, é exigido ainda pelas normas de biossegurança da ABNT NBR ISO 14644-2, que o controle de limpeza das partículas suspensas nessa área seja realizada num período de 6 meses.

Tipos de fluxo laminar

A cabine de fluxo laminar pode ser dividida em duas categorias básicas:

A cabine de fluxo laminar horizontal, no qual 100% do ar que circula dentro do aparelho do aparelho é renovada constantemente.

Já a cabine de fluxo laminar vertical funciona com a recirculação total do ar, ou seja 100% do ar ali presente é reutilizado.

Há também uma outra categoria de cabines de segurança biológica que são as de fluxo unidirecional, que oferece a mesma proteção dos demais tipos de fluxo laminar, entretanto, elas são mais utilizadas nos casos em que é necessário manipular envase de soros, vacinas, enchimento de ampolas, preparo de misturas intravenosas de indústrias alimentícias, nas áreas de envase de iogurtes, sucos, etc.

As cabines de segurança biológica pode ser dividido ainda em três categorias, como será apresentado a seguir.

Classificação das cabines de fluxo laminar

As Cabines de Segurança Biológica classificam-se em:

- Classe II A1;

- Classe II A2;

- Classe II B2.

As cabines de fluxo laminar vertical classes II A1 e classe II A2 foram desenvolvidas para profissionais que manipulam materiais contaminados. Esse tipo de maquinário impede que haja contaminação por agentes externos, tendo como função principal proteger tanto o operador quanto o meio ambiente de contaminação.

Essa classe de cabines de fluxo laminar é utilizado em 99% das manipulações de produtos ou amostras com risco biológico. Além disso, além de possuir o filtro HEPA de exaustão, há também um filtro HEPA de insuflamento, que garante a proteção do produto, operador e do ambiente.

Já a classe de cabines de fluxo laminar classe II B2 foram projetadas para trabalhar com 100% do ar renovado, que nesse caso é totalmente eliminado do ambiente laboratorial.

Esse modelo foi desenvolvido especialmente para laboratórios que utilizam materiais contaminados e/ ou aqueles que geram gases ou aerossóis, aumentando ainda mais a biossegurança do local.

Atualmente as cabines de fluxo laminar classe II B2 são bastante utilizadas em laboratórios em que há a manipulação de medicamentos quimioterápicos.

 Há ainda, o modelo de cabine de amostragem e pesagem, que basicamente funcionam como uma barreira protetora ao operador, para que ele não inale as matérias-primas em pó nas áreas de amostragem e pesagem, reduzindo assim, o risco de contaminação, e aumentando a segurança do ambiente laboratorial.

Agora que você tem todas as informações necessárias sobre as cabines de fluxo laminar, é preciso entender mais sobre como montar um laboratório de pesquisa completo com total segurança, seguindo todas as exigências necessárias.

Deixe um comentário


Notícias Relacionadas