Blog

29 Jun

Testes com vacina de Oxford contra Covid-19 têm início em São Paulo

Os testes da vacina contra a Covid-19 - anunciados no começo de junho - tiveram início em São Paulo. No final de semana, pelo menos 200 voluntários começaram a triagem e a aplicação da vacina ChAdOx1 nCoV-19 começou na última terça-feira (23). As informações são da Fundação Lemann, responsável pelo financiamento do projeto.

Os testes serão conduzidos no Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie), na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A vacina já se encontra na terceira fase de testes, estando entre os estágios mais avançados em comparação às demais em desenvolvimento contra o Novo Coronavírus.

Neste primeiro momento, os voluntários serão profissionais da saúde que já estão na linha de frente de combate à Covid-19, já que possuem maior exposição à contaminação. Esses voluntários também precisam ser soronegativos, uma vez que, segundo estudos, pessoas já contaminadas desenvolvem imunidade contra a doença.

Aproximadamente 2.300 testes sorológicos serão realizados pelo Grupo Fleury, cujo diretor clínico e infectologista Celso Granato diz que a sua realização no Brasil “não é motivo de orgulho”, já que isso acontece pelo fato de o país ainda ter a curva epidemiológica e os níveis de transmissão da Covid-19 altos.

A vacina de Oxford está à frente na corrida por uma solução para a pandemia, sendo a primeira a atingir uma escala relativamente maior de testes. Dessa forma, ela poderá servir de base de informações para governos, empresas e cientistas que buscam uma forma de imunização contra a doença.

Os voluntários da vacina formarão dois grupos diferentes para receber dose única - um receberá a própria vacina e o outro, placebo. Sem saber a qual grupo pertencem, receberão acompanhamento nas semanas seguintes para que os cientistas monitorem possíveis efeitos colaterais e a taxa de infecção pelo Novo Coronavírus.

No Brasil, o teste será realizado pela Rede D’Or São Luiz e pelo Instituto D’Or (Idor). Ao todo, 3.000 pessoas devem participar, sendo 2.000 em São Paulo e 1.000 no Rio de Janeiro.

 

Fonte: Folha de S. Paulo


Deixe um comentário


Notícias Relacionadas